segunda-feira, 3 de novembro de 2014

PIPAS NO AR (Homenagem ao filme Les Choristes)



PIPAS NO AR
Autor: Nilton Bustamante

Os sons-girassóis vêm de longe,
vêm do lado de lá do universo
vêm pra enfeitar os céus,
os nossos olhares quando veem pipas no ar

A alma ouve, sente
e a esperança em estrelas surge doce,
como o nascer de uma criança
ao ser recebida pelos abraços da mãe
que brilha toda sorriso entre encanto e lágrimas
no mesmo coro, sinfonia da vida pelo ar

E a esperança lança seu olhar
pelos vãos da porta-portão-imensidão
mesmo quando tudo parece impossível
quando tudo em volta é antigo, triste
um sábado que nunca chega

A espera agarrada nos ferros, na grade,
como um prisioneiro
espera a liberdade, a tão sonhada pipa que está bem alta,
livre nos céus
que sobe sem linha,
e com todas as cores se vai para ser mais um pingo,
na chuva
que formará arco-íris
em céu mais alto, mais bonito

Os cantos dos pássaros que entoam depois das madrugadas
acompanham novos raios
em tudo brilha o milagre e a graça
um sol que se renova a cada manhã
mesmo encanto, o mesmo brilho,
ouvidos atentos, o mesmo olhar

A criança torna-se velho
e o velho torna-se criança
brincando com a vida
é o milagre do encanto dos sons-girassóis que vêm de longe,
vêm do lado de lá do universo
vêm pra enfeitar os céus de nossos olhares
para mostrar que a distância, o tempo e a vida
são estrelas ensaiando ficar em um só lugar

Não viemos para conquistar, viemos para servir

Viemos para clamar a vida
dar vivas às estrelas
enquanto a noite se acalanta,
e os sonhos mesmo com as guerras permanecem
inteiros, imensos, além dos próprios pensamentos
além de tudo que nos faz presos ao chão,
além de tudo quanto tenta concretar nossa ilusão

Viemos aprender acompanhar os pássaros, voar,
e quando as manhãs se apresentarem
seremos a esperança em nós mesmos
em nossos céus,
e nos olhos de outros que ainda estão segurando as barras,
as grades, prisioneiros
que de tão longas as penas
esqueceram-se quem são, e porque vieram
saber do x da questão

Para esse universo
que nasce em nós,
há céus nos esperando que sejamos nós pipas no ar
sem linhas a nos segurar,
sem impedimentos que nos faça, mais uma vez, sonhar

Não viemos para morrer, viemos para renascer
Não viemos para conquistar, viemos para amar




...
(Homenagem ao filme Les Choristes)






______________________________________
música e filme maravilhosos:
Les Choristes - Caresses Sur L'océan
http://www.youtube.com/watch?v=Q0svzdqOOWo


.



Nenhum comentário:

Postar um comentário